Mike DiMartino: Por que “Korra” foi tão bom?

mike

Nós todos sabíamos que havia algo de especial sobre Avatar desde o início. Esqueça o humor espirituoso ou as cenas de ação brilhantemente coreografadas. Havia muito mais para The Last Airbender e The Legend of Korra que isso. Ambas as séries pareciam super-carregadas com um ingrediente que tem sido ausente da maioria das formas de entretenimento nos dias de hoje.

Esse ingrediente é simples e mais comumente referida como uma mensagem.

Pergunte a si mesmo, o que você aprendeu com entretenimento nos dias de hoje? O dinheiro é incrível, né? As drogas podem ser cool? Se quebrar, é tudo culpa sua? Estas três idéias são a norma quando se trata de entregar uma mensagem “significativa” através de certas formas de entretenimento.

Quando se trata de entretenimento de hoje, a música e a televisão estão no topo das linhas sem sentido. Então e daí se você gosta de ouvir Taylor Swift ou assistir Hannah Montana? Não é uma coisa ruim, o único problema é que nem fazer justiça em transmitir uma mensagem plausível. Essa é a diferença entre um show como Avatar e um show como Hannah Montana: Avatar transmite uma mensagem significativa enquanto Hannah Montana, não.

A melhor parte é que Mike e Bryan, criadores de Avatar, na verdade, focam o desenho para uma mensagem. Mike DiMartino recentemente abriu um blog WordPress de sua autoria, no qual ele bloga sobre a importância das estórias. Seu post recente, Story Brain, foi bastante intrigante e motivou um usuário a deixar um comentário perguntando como a mensagem de cada episódio ou temporada foi formada. Foi perguntado se os criadores sentaram para conversar sobre uma mensagem ou se ela foi criada naturalmente devido à profundidade do show.

Mike respondeu ao comentário e deu uma resposta bastante pensativa:

Normalmente a história vem uma vez que temos o tema principal e a mensagem bolada. No início de uma temporada, há muitas vezes um período de várias semanas na sala de escrita em que colocamos na mesa quaisquer ideias – o que gostaria que os personagens façam, piadas aleatórias, sequencias de ação, etc. Mas nada pode ser feito antes de decidirmos sobre o que realmente a temporada é.  Para o Livro 1, as coisas vieram facilmente, uma vez que sabíamos que seria sobre a luta de Korra com sua própria identidade. Não que a gente tinha tudo planejado desde o início, mas nós criamos Amon especificamente para testar Korra com essa ideia principal – o que seria dela se sua dominação (a principal coisa que ela se identificou com) fosse removida. É por isso que “A Voz na Noite” tornou-se um dos meus episódios favoritos, porque explorou o medo e vulnerabilidade.

self-portrait1Esta resposta que o garoto recebeu de Mike o fez respeitar os criadores ainda mais do que anteriormente – e creio que não só ele, mas todos os fãs. Não há nenhuma razão para ordenhar que a animação seja perfeita, porque eles respeitam muito a opinião dos fãs.

Séries como Hannah Montana ou iCarly são apenas alguns exemplos de shows, que acabaram por cancelamento. Os criadores da série não tem uma visão final de seu show, eles têm uma visão final de sua conta bancária.

Então, por que The Last Airbender e The Legend of Korra são tão bons? Eles têm significado. Eles têm valor. Eles têm um propósito. Eles se concentram em melhorar os seus telespectadores, transmitindo uma mensagem. Avatar não foi criado para 22 minutos sem sentido de humor e entretenimento. Avatar foi criado para transmitir mensagens importantes que são feitos para durar uma vida.

Estas são apenas algumas das mensagens e temas que Mike e Bryan transmite aos seus fãs ao longo dos últimos anos. Se acontecer de você assistir Avatar para a ação e humor apenas, eu tenho um favor a lhe pedir. Quando Livro 2 for ao ar em algum momento deste ano (abril?), Eu quero que você observe A Lenda de Korra em um nível mais profundo e tente capturar o verdadeiro significado do show.

Mike e Bryan dedicam um tempo extraordinário para criar algo que muitas vezes é ignorado pela maioria.  O mínimo que podemos fazer é tentar reconhecê-lo. Use esse tempo de recesso de temporadas para abrir os olhos dos seus amigos e parentes e mostrar o real valor do desenho, fazendo-os tratar não mais como apenas um desenho infantil.

Por favor, deixe seus pensamentos nos comentários abaixo. Tenho certeza que os leitores adoram discutir sobre um assunto em comum.

fonte

Eduardo Guerra

21 anos, estudante universitário de Design Gráfico e Mídias de Entretenimento. Nascido em Campinas, SP, atualmente mora na cidade de Gold Coast, na Austrália. Adora livros, música e cinema. No site, atua como administrador geral, atualizando o portal sempre que possível e organizando as áreas específicas para a satisfação dos membros.

Você pode gostar...

  • RB

    Eduardo liiiiiiiiiiiiiiindo eu ainda te pego delicia! concordo com você em tudo, sempre, desde pequeno, enxergo o avatar como ele realmente é para ser visto, ele é ótimo e é o único desenho que consigo assistir depois de adolescência (que é quando geralmente paramos de gostar de desenhos)! post perfeito, tá de parabéns cara, e tu é muito fofinho velh, muito!

  • Não precisa de muito pra perceber que Avatar nao é como o entreterimento comun de hoje, ja ignorado por muitos por ser um desenho, desenh oainda tem uma estampa de “é pra crianças” colado na testa, mas isso vai acabar um dia…curti a materia.

  • Renato

    Fui atraído a assistir a série pela ação, acho que assim como vários outros, mas impossível não acabar se envolvendo emocionalmente, de uma forma ou de outra, você acaba percebendo a mensagem que os criadores tentam passar. Comigo foi assim.

  • Curti muito a matéria e realmente da para ver nos próprios personagens uma linha de amadurecimento que é estranhamente envolvente… Adoro avatar até

  • Mávio Alves

    Tive um professor que certa vez dize que não gosta de desenhos do tipo de Avatar. Mas para fazer esta declaração insana com certeza ele não se deu ao trabalho de parar para assistir se quer a um episódio. Pois, se ele parasse para assistir, e usasse seu intelecto para compreender a história, tenho certeza que perceberia que não existe outro desenho do tipo de Avatar, pois trata-se de algo único e original. Com personagens ricos e complexos, história primorosa, cenários impecáveis e mensagens relevantes.

    • Concordo também. Muitos adultos acabam não percebendo a qualidade da animação. Mas de qualquer modo, os telespectadores adultos aumentam constantemente! A média de idades que mais assistiu ao Livro 1 é o grupo de 18-24, o que é ótimo, já que a maioria era adolescente quando estrearam A Lenda de Aang.

    • Samuel Santos

      Realmente, ela deve ter visto o ponto “Os Quatro Elementos” e já achado
      besteira. Mas é Avatar é muito mais produtivo do que virar um Walking
      Dead da vida, nada contra, porque eu sei que a moda agora está nos
      zumbis. Mas ficar correndo de um lado pra outra atirando na cabeça de
      inimigos que nem sequer são inteligentes para se dar ao trabalho só
      serve para nos entreter com ação (isso é bom, mas não tanto quanto
      Avatar).

      • falou tudo cara !

      • Epa! Epa!
        Calma lá. Assista The Walking Dead de verdade e vai ver que também tem muito mais profundidade do que cabeças rolando. TWD não é uma série sobre zumbis, mas com zumbis. Ela é, na verdade, uma série sobre o comportamento humano em situações extremas. Sério, é só prestar atenção.

        E AVATAR É FODA! PONTO! HEHEHE

        :DDDDDDDDDDDDD

        • Samuel Santos

          Não vou criticar The Walking Dead porque eu não assisti a série e não posso julgá-la. Entretanto, a forma dela atrair os espectadores baseia-se mais em quem gosta de ver zumbis explodindo cabeças e o resto pouco importa. E ela possui um tipo de característica, que a difere de outras mídias como Avatar, Star Wars, Batman, etc, os inimigos supostamente burros não representam um grande desafio para os mocinhos a não ser quando magicamente aparecem de buracos que sequer existiam segundos atrás. Mas já vi fotos das filmagens e tudo mais e parece ser um bom trabalho, mas no fim, o que eu quero dizer é que não me atrai esse tipo de núcleo antagonista em séries. Gosto de zumbis em filmes de terror, mas em séries de ação ou aventura, eu prefiro ter uma Azula. Como eu disse antes, nada contra, porque eu sei que é um trabalho de qualidade, mas Avatar é a minha base principal. ; )

          • fodaseonome

            kkk iludido, vai ver antes de julgar como mesmo diz, se for por julgar de aparencia, ah avatar é so um desenho bobo que as pessoa controla magicamente os elementos, e ai? grande bosta ne?, vai assistir antes de julgar, só lhe falo isso

          • Samuel Santos

            Foi por isso que eu disse que não vou julgar, cara, valeu? O tema da notícia é sobre o que Avatar traz de bom, então se não leu meu último comentário e não está disposto a ouvir uma opinião contrária à sua, não argumente. Quem assiste Avatar sabe dar o braço a torcer como eu fiz, como eu disse que não vou julgar Walking Dead se nunca assisti, só é pelo fato de que não me atrai. Eu distribuí elogios à série, mas só foi ouvir uma palavrinha de crítica que já saiu engolindo, nem Avatar é perfeito. Ok?

  • GND-TMR

    Muit bom o artigo. Em relação a explorar o medo e a vunerabilidade, foi algo bem maneiro eles terem explorado (acertaram na mosca XD), embora tenha sido pouco desenvolvido isso (recuperou muito rápido a dobra!). Quem sabe, eles possam compensar isso com mais “desenvolvimento” de Korra: transformou-se em um avatar completo, mas ela sabe o que realmente fazer com as dobras? Será que “ponto forte” do Avatar é o estágio avatar? O que os outros pensam (de mim) ou que eu acabo fazendo (por eles)? Julgar ou se colocar no lugar dos outros?
    Há muito que explorar nos personagens, principalmente no Bolin, com seu problema para que os outros vejam seus outros potenciais, e Asami… bem, Asami parece muito independete, em geral. Talvez papéis complexos na história (um pouco fora do contexto da história central… algo como uma história paralela) pudessem ficar na mão dela.
    Eu ainda acho que o equalismo renderia muito mais do que uma temporada. Tenho esperanças para retorno dos equalistas no livro 3 ou 4.

    • Também concordo que ela recuperou a dobra muito rapidamente, mas tem que lembrar também que a primeira temporada foi feita pensando como uma mini-série completa! Eu acho que se fosse focar demais nisso, não caberia tudo em 12 episódios – se bem que no fim, por mais que pareça ser de um dia pro outro, tem um intervalo de 2 semanas +/-.
      Mas agora com mais 40 episódios restantes, eles podem compensar a rapidez do Livro 1, criando episódios fora de contexto para explicar algo, como sempre teve em A Lenda de Aang.

  • GabriellaM

    Muito legal esse artigo, eu adorei

  • Samuel Santos

    Uma coisa interessante é que quando eu reassisto episódios de Avatar, principalmente Aang, eu vejo pontos que eu não havia visto outras vezes. É incrível!!!

  • Excelente post, pra mim avatar é muito mais do que um desenho; e sim lições que servem para a vida toda.

  • Que Avatar não é um simples desenho e os criadores são muito fodas eu ja sabia, mas cada vez maais me surpreendo com eles! Com certeza eles sabem o que estão fazendo e eu to muito feliz de que cada dia que passa mais perto eu fico da segunda temporada ! ( #ansioso nivel 1000000000000 )

  • Gabriel m

    Muito bom esse artigo, parabens! Eu concordo com tudo que esta escrito nele e com a opiniao nos comentarios. Porem, acho que poderiamos olhar para a mensagem da serie como um todo. Por exemplo, a lenda de aang eu acho que tem um lado q se trata de crititicar o imperialismo, sobre a esperanca e sobre a relacao com a natureza( como no episodio do pantano). Alem disso, o desenho das duas series pode ser considerado uma arte, sendo a lenda de aang um desenho vivo e alegre e a lenda de korra ja um desenho um pouco mais adulto. Lembro- me da primeira vez que vi avatar. Era pequeno e apenas olhei o desenho com um olhar mais voltado para a historia e as lutas… Mas agora ja entendo parte dessas mensagens. Isso foi por um lado ruim, pois meus amigos que gostavam do programa, pararam de assistir e ainda pensam q avatar eh um desenho superficial

  • Só falta dar uma história boa para a Korra.

    • cinemaniacojean

      you’re mean! rsrsrs

  • eduardoh

    Algo de especial que eu percebi no primeiro livro de A Lenda de Korra é que a historia parecia acontecer de forma natural, e nao algo planejado que todos ja saberiam o que iria acontecer, e um grande exemplo disso é o final onde concerteza o publico nao imaginava que Amon iria tirar a dobra de Korra, até porque deu a entender isso no episodio A Voz na Noite onde Amon teve a oportunidade de tirar a dobra de Korra mas nao o fez, mesmo explicando os seus motivos. Depois quando imaginavamos que ela teria que recuperar a dobra ja ficamos em duvida, mas concerteza o que mais surpreendeu foi a forma como a qual ela recuperou a dobra: Atraves do seu Avatar antecessor o Aang, e dessa forma torna toda a animaçao mais interessante pois estamos presos a ela para saber o que vai acontecer.

  • cinemaniacojean

    puts hanna montana é um saco vazio, mas icarly tem um proposito desde o inicio, criar um lugar onde as crianças não são caladas pelos adultos, é ridiculo compara-la com hanna montana e mais ainda dizer que foi “cancelada” a serie existiu ao maximo possivel, agora os atores estão adultos, é impossivel continuar como um programa pra crianças, voces deviam pensar um pouquinho mais antes de falar, e saber do que ta falando é sempre bom né… (o lado fan de schnider emanou aqui) eu não gosto de ouvir a infustiça…

    • Pesquise sobre o contrato do criador com a Nickelodeon. Foi cancelado por baixa audiência.

      • cinemaniacojean

        ISSO NÃO FAZ SENTIDO, SENÃO NÃO RENDERIA DOIS SPIN OFF E UMA DAS MAIORES AUDIENCIAS NO ULTIMO EPISODIO… http://hollywoodlife.com/2012/05/17/icarly-not-cancelled-ending-2012-november-last-season-6/
        schneider disse que não queria manter a serie excessivamente no ar, victorious foi de fato cancelado, mas icarly, um dos maiores fenomenos da nick de todos os tempos ser cancelado, soa até engraçado de tão impossivel…

        • A questão não é essa. O programa foi feito com a ideia do webshow, mas e aí? Quais foram os planos? Como teria terminado? Cada episódio tem um contexto diferente. Não temos uma historia por temporada, por exemplo. O programa é o webshow e a repercussao na vida de cada personagem, ponto.
          Como foi postado no blog do criador, desde o 4º ano no ar, a série estava com problemas de audiencia – já estava claro que com o tempo as pessoas iam parar de assistir. Já estavam com o problema da audiencia, e usaram a onda de spin-offs por aí para ter uma solução.
          O objetivo dessa postagem nao é gerar uma discussão sobre iCarly (que por sinal, nao assisto faz anos). Foi citada como um exemplo, assim como Hannah Montana e Taylor Swift. O objetivo está explicito no título da notícia.

  • Lucas San

    Primeiramente adorei a matéria. “Use esse tempo de recesso de temporadas para abrir os olhos dos seus amigos e parentes e mostrar o real valor do desenho, fazendo-os tratar não mais como apenas um desenho infantil.” Odeio, odeio mesmo quando tento mostrar o lado importante dessa serie maravilhosa para meus amigos e eles me arrebatam com um: “Ah! Programa de criança.Porque você assisti isso,você não tem maturidade?” Mas depois que li isso sei muito bem o que responder a ele ;D. E, nunca desisto de mostrar a eles o quanto Avatar é bom.

  • Samuel Santos

    Um fato interessante é que nessa temporada de Korra, tiveram mais espaço as dobras especiais: sangue, metal e raio. O ponto negativo do Livro Ar foi que mesmo tendo um personagem tão incrível como Amon, o que teve de novo foi as dobras da pro-dobra, mas elas não eram a temática principal. A história da temporada circulava em torno de dobra de sangue e bloqueio de chi, conceitos que já foram apresentados em TLA, mas como pontos extras. Agora com esse Livro Espíritos, creio que veremos algo bem diferente do que já vimos em Aang, pois ninguém ia imaginar que o iceberg de Aang iria esconder segredos. E o início da linhagem Avatar sempre pareceu um assunto bem longe de ser abordado.

  • A Lenda de Aang, teve MUITA coisa que se ensina la.. eu, como praticante de Wing Chun/Kung fu, que também leio algo sobre budismo, china, entre outros.. posso afirmar que tem MUITA coisa atrás da lenda de Aang..
    A Lenda de Korra também tem, mas como só teve 1 temporada até agora, claro que teve muito pouco..

    No começo, eu não gostei muito do personagem em si.. afinal.. Aang era um Monge, humilde.. e Korra, já chega arrebentando “sou foda e dai?” isso me desanimou no começo.. mas é claro, que os gênios por trás desse seriado (que não considero como um simples desenho), pensaram já nisso e mostraram alguns episódios depois.. como ela descobre que o “buraco é mais embaixo”
    Ou seja, todo episódio, mesmo os mais bobos, são pensados.. e me faz ficar com vontade de ver logo a próxima temporada..

    e sobre o pessoal ali.. Korra e The Walking Dead são iguais em suas diferenças.. porém, um não tira o brilho do outro..
    Abraços

    • Samuel Santos

      Realmente, Korra no começo parece superficial, mas aí a gente vê e já tá gostando. Exemplo: os dobradores de metal inicialmente eram considerados um Dai Li mais fraco, mas depois eles foram ganhando o gosto do público, pelo menos o meu.

  • Pedro Augusto

    Os seriados/desenhos/mangas que realmente valem a pena são os que tem uma mensagem para transmitir no final das contas.
    Avatar, a lenda de aang, tem uma mensagem sensacional por toda a série e mostra como você pode crescer tendo pessoas ao seu lado e que você sempre pode tomar a decisão mais correta independente da situação e que você nunca deve fugir de quem você é (em que o aang sempre é questionado porque ele não mata o senhor do fogo e o aang é contra matar e no final das contas ele acha uma solução que se adequa ao seu modo de ser).
    Li abaixo nos comentários sobre “the walking dead”, caso você não tenha lido o gibi, você não pode falar muita coisa, pois o seriado é bem modificado do que realmente acontece, mas ele trata da natureza do ser humano de uma forma extrema e como as atitudes e a ética são relativas dependendo do mundo em que você está vivendo. Ao mesmo tempo é uma situação um tanto quanto doentia… seria um extremo máximo.
    Agora, existem diversas outras histórias que trazem mensagens sensacionais e que não sabemos por falta de conhecimento. Eu leio Naruto desde que curti o desenho e vi que no fundo a mensagem que o mangá trás é sensacional. Quem não conhece o Mangá, só peço que vejam a parte do gibi em que o personagem “Pain” aparece, onde o mestre do naruto “Jiraya” luta contra o “Pain” e mais tarde uma luta entre “Naruto” e “Pain”… A Mensagem principal que eles levam nessa parte da história do gibi é sensacional e faz você refletir sobre uma das coisas mais dificeis que um ser humano deveria fazer… quem estiver com preguiça de procurar mas quiser ler, essa trama acontece entre os capítulos 368 à 450 do mangá… não é difícil de achar.
    **AVISO SPOILER** Dando spoilers sobre a mensagem, por favor não leia o que está escrito a seguir nesse parágrafo se você não quer receber nenhum spoiler, mas a mensagem principal é, perdoar o próximo independente do que ele fez, pois isso gera um ciclo de ódio que se ninguém tentar terminar ou acabar, ele vai seguir existindo como uma bola de neve e ninguém vai se contentar em olhar para o próximo sem existir um ódio para com o outro, principalmente porque o próximo sempre terá pensamentos diferentes ou vive em culturas diferentes com pessoas diferentes e etc. fim do spoiler da mensagem aqui, apenas escreverei um pouco mais para as pessoas não se sentirem curiosas para ler o fim do spoiler.**FIM DO SPOILER**
    Quer dizer, no final das contas todo tipo de mídia que tem um “algo a mais” para transmitir de mensagem sempre terá um diferencial e poderá conquistar as pessoas se as mesmas também não olharem para desenhos/mangas/seriados com preconceitos. Mas para tudo isso as pessoas precisam “perder tempo” para ver ou ler esses tipos de mídias.

    • Samuel Santos

      Como eu disse depois, eu não vou mais julgar o Walking Dead se não assistir antes. Fui infeliz no primeiro comentário. Não assisto Naruto, mas parece ser um desenho de qualidade, já vi algumas vezes no SBT. Acho que Avatar está sempre passando mensagens, por isso que um dos episódios que os fãs menos gostam é o 11 da primeira temporada, pois o Aang não age corretamente e fica tudo por assim mesmo. Ele começa tomando as decisões certas e terminou com uma decisão errada.

  • Gabriela

    Gostei muito do artigo de verdade, sou fã de Hannah Montana (sério, sou uma garota pra completar 18 anos e gosto de HM kkkk) eu acho que no fundo a série tinha uma mensagem a passar, por exemplo, quando a Miley mentia sobre algo, ela SEMPRE se dava mal por isso, então mostrava que mentir nem sempre é o melhor a se fazer, digamos que era uma mensagem a ser passada para um publico mais jovem. Mas chegando a onde quero chegar… Avatar é uma série diferente de qualquer uma, acho que assisto esse desenho desde os meus dez ou onze anos, sei lá, e sempre fui apaixonada, a forma como cada episódio prendia minha atenção, até meu pai gosta de ficar assistindo, direto ele me pedia pra colocar os episódios para ele assistir. Achei ainda melhor a forma como cada personagem foi explorado no The Legend Of Korra, então sim, é diferente de muitos desenhos e séries que se vê por ai, porque tem todo uma trama, uma história por trás de cada personagem, o mistério que envolvem todos, essas características estão ainda mais fortes em The Legend Of Korra, do que em The Last Airbender. Eu recomendo as séries sempre que alguém me pergunta por alguma coisa legal para se assistir.

  • Artigo maravilhoso.
    Concordo plenamente com você.
    Sou professor, tenho 33 anos e ja assisti várias vezes um episódio para poder digerir completamente as mensagens deixadas de tão profundas que elas são…

  • Maycow Rodrigues

    Muito bom o artigo. Parabéns pelo trabalho.

  • Maycow Rodrigues

    Curioso pra saber quem é o principal antagonista do livro 2 já que sabemos que O Espirito Negro apenas faz uma participação pequena. chega logo 26 de fevereiro o/.

  • Paula

    Sendo bem sincera,apesar de ter gostado e muito desta série para mim ela não superou Avatar a lenda de Aang.Acho que o ponto que mais me incomodou foram os personagens,nessa lenda de Korra eles (Ao meu ver) não são tão carismáticos como eram Aang,Katara,Sokka,Toph,Zuko e até mesmo as vilões ou personagens em segundo plano eram incríveis como Azula,Mai e Ty Lee eram.Achei a temporada muito corrida e não consegui me apegar tanto.Espero que com esses quadrinhos da continuação de Avatar a lenda de Aang,seja possível voltar a série.

  • Norrin Kurama

    Korra foi tão bom? ATLA sim foi ótimíssimizaço, épico. Infelizmente Korra foi só mais um desenho agradavel, muito abaixo do primeiro, com personagens mais rasos e trama corrida e mais boba. Mas herdou a fama e a curiosidade dos fãs pra saber da continuação e o que havia acontecido com personagens e o mundo. Se não fosse ATLA Korra seria só mais um animêóide. Até agora não entendi porque ele fizeram só 12 episódios, se a 1a foi tão boa com 20 e precisou de 21 no fim ( e ainda foi corridinha, deixando tramas que só vemos resolvidas agora nos quadrinhos).

    Mas ainda dá pra eles melhorarem a 2a temporada. Será que vai ter só 12 episódios? Tomara que não.

9 de December de 2016

Clear all