Bryan entrevista a estilista de cor de “A Lenda de Korra”

sylvia1

Em uma seção apresentando membros da equipe de criação de A Lenda de Korra, Bryan Konietzko postou, em seu Tumblr, o perfil da estilista de cor Sylvia Filcak-Blackwolf. Confira a introdução e a entrevista a seguir.

Sylvia Filcak-Blackwolf tem sido a única estilista de cor em Korra desde o Livro 1, colorindo todas as personagens e modelos para a série. Ela tem experiência variada em TV e animações, com vários cargos e ela é absolutamente divertida de trabalhar, então eu quis entrevistá-la para compartilhar seus pensamentos para qualquer um que queira trabalhar nesse ramo. Eu também quis destacar a posição de um estilista de cor: você geralmente ouve sobre os desenhistas e os pintores de fundo, mas o artista que escolhe e ajusta as cores das personagens e modelos também é extremamente importante para o visual e o sentimentos de um projeto animado. Você pode ver alguns dos trabalhos de Sylvia a seguir, mostrando um pouco do especial sobre a origem do avatar Wan.

sylvia2

sylvia3

BK: Você é natural de Los Angeles, certo? Desde quando você soube que queria trabalhar com animação? Ter essa indústria ao seu redor, enquanto crescia, influenciou esse desejo?

SFB: Sim, mas eu cresci principalmente na área do Studio City/North Hollywood. Ao crescer aqui, eu estava cercada por pessoas desse indústria todo tempo, mas eu realmente não pensei nisso. Pais e amigos eram músicos/atores/produtores/editores/animadores. Eu acho que pensei que isso era a norma e era isso em todo lugar… Eu realmente fui sortuda no fato de que fiquei atraída pela animação. Sempre amei, mas nunca pensei sobre isso. Eu queria ser uma antropologista! Ha ha.

BK: Você teve aulas formais de educação artística depois do ensino médio?

SFB: Não, mas não muito depois do ensino médio, eu comecei a trabalhar na indústria de animação.

BK: Como você deu o primeiro passo para a indústria de animação? Qual foi seu primeiro trabalho?

SFB: A mãe de um amigo trabalhar com animação como supervisora de pintura e fez bastante coisa em casa com várias produções. Ela perguntou se eu podia ajudar e esse foi o começo! Acho que meu primeiro trabalho foi fazer mark-up para Alvin e os Esquilos.

BK: Você já trabalhou numa variedade de estúdios. Quais são seus trabalhos favoritos durante sua carreira?

SFB: Hmmm, terei que dizer que o Gigante de Ferro foi bem divertido. Ótima equipe. Ótimos diretores. Ótimo filme! Durante a tarde eles passariam oferecendo morangos cobertos de chocolate e champagne/cerveja/vinho. Tempos loucos. Bob Esponja – O Filme foi divertido. No geral eu acho que a quipe é bem importante e se o projeto que você está trabalhando é fantástico, então tudo melhora. A Lenda de Korra é outro grande projeto que fui sortuda o suficiente em trabalhar. Ótima equipe. Ótimos diretores. Ótima história!

BK: Você pode descrever seu trabalho como uma estilista de cor para as pessoas que não saibam do que se trata? Você já teve outros cargos na animação?

SFB: Um estilista de cor geralmente prepara as personagens, adereços e FX. Você lê o script e olha para as animações e quadros de imagens. Pinta todos os modelos e espera serem aprovados. Depois a diversão começa: você pega cada modelo que pertence a uma determinada cena/sequência e o estiliza de acordo com o ambiente. Pode ser dia/noite, fogo, explosões, etc… que depois volta para o diretor e/ou diretor de arte para aprovação, dar notas ou mudar. Geralmente a maioria dos meus trabalhos têm sido composição de cores, o que é o mesmo que estilista de cor, mas você tem que compor a cena também. Também tenho sido pintora e supervisora da composição de cores.

BK: Quais são seus hobbies e interesses fora da animação?

SFB: Construo móveis e faço talha de arquitetura e escultura. Meu marido e eu tiramos uma folga antes do último filme do Bob Esponja e fomos à Portland onde eu tive um aprendizado sob um fantástico mestre entalhador (Lee Johnson). Uma pessoa/experiência maravilhosa que me ensinou muito.

BK: Algum conselho para quem procura participar de uma animação, seja jovens ainda na escola ou adultos que procuram dar o primeiro passo?

SFB: Eu diria que a animação tem seus altos e baixos. Você trabalhará em grandes projetos e outros nem tanto – é tudo parte do mundo. Continue focado, converse com o maior número de pessoas possível. Construo seu portfólio. Para cada pessoa que você encontrar que não seja tão prestativa, você encontrará outra que te ajudará. Basicamente, não seja desmotivado. Tente projetos diferentes – talvez alguns que você ache que não seja qualificado ou que não seja seu estilo. Você pode aprender bastante com cada projeto que virá. É tudo sobre experiência. Boa sorte!

Fonte

Jéssica Kynn

23 anos, Fortaleza-CE, estudante de informática e administração, formada na língua alemã pelo Kaufmänische Privatschule Shindele, trabalha com importação e vendas. Gosta de games, músicas, filmes, livros e séries. Administradora principal, atualmente responsável por todo o site e pelo seu desenvolvimento.

Você pode gostar...

  • Fani Carolin

    Aprendendo sempre mais e mais sobre animação.
    Avatar é, principalmente, cultura.

  • Lucas Veríssimo

    Até as pessoas que fazem o AVATAR são fodas.

5 de December de 2016

Clear all