“Era para crianças”: M. Night Shyamalan defende O Último Mestre do Ar

mnights

M. Night Shyamalan voltou para as águas turvas do mistério com sua nova série surreal da FOX, Wayward Pines. A IGN foi capaz de sentar-se com o diretor escritor para conversar sobre o show, onde também falamos no potencial de uma série de televisão, Unbreakable, e os… menos que entusiasmados fãs e críticas à sua adaptação live-action de Avatar: O Último Mestre do Ar, da Nickelodeon.

filme1

[pullquote-right]“Você poderia fazê-lo de duas formas: Você poderia fazê-lo para aquela mesma audiência, que é o que eu fiz – para crianças de 9 e 10 anos de idade — ou você poderia fazer uma versão de Transformers e ter a Megan Fox.”[/pullquote-right]“Sabe, eu tenho adaptado algumas coisas, ” Shyamalan pensou quando o assunto se voltou para O Último Mestre do Ar e o que ele pode ter aprendido daquela experiência que ele trouxe para Wayward Pines, que foi adaptado a partir de uma série de livros. “Acho que as quatro coisas que eu adaptei são Stuart Little – que eu apenas escrevi – Avatar: O Último Mestre do Ar, Depois da Terra, e agora Wayward Pines. Com ambos Stuart Little e Wayward Pines, eu era apenas uma parte do processo. Eu acho que foi realmente maravilhoso e saudável; eu me aproximei como – Eu quero fazer certo pelo material e eu quero ajudar as pessoas a criar o tom e esse tipo de coisa. Os outros dois foram mais pegar e tentar fazer por conta própria, o que é realmente uma coisa inteiramente diferente. Com Wayward, eu nunca senti como se fosse minha. Eu senti como se estivesse no comando disso e estimulado por ela e inspirado por ela. Então eu poderia dizer aos atores e os outros escritores e diretores que contratei, ‘Você está inspirado pelo material? ’ Assim como cada diretor veio, eu iria falar com eles e dizer, ‘Isso e aquilo me inspirou. Eu quero que você tenda para essa questão. Você pode ter quaisquer respostas que quiser, mas você precisa tender para essa parte da questão. ’ Foi realmente saudável para o tipo que continua a voltar para a pintura, mesmo pensando que você não pintou o quadro, e continua tendo uma discussão. Foi provocativo. Tem algo realmente saudável sobre aquilo. ”

O Último Mestre do Ar está em 6% na avaliação global Rotten Tomatoes (Tomates Podres), e é amplamente considerada uma adaptação fracassada entre a base de fãs da série original da Nickelodeon. Quando falamos com Bryan Konietzko e Michael Dante Dimartino, os criadores da série animada Avatar: O Último Mestre do Ar, eles disseram que decidiram fingir que o filme live-action não existia. Quando perguntado se ele tinha sido surpreendido pela resposta, Shyamalan disse que ficou.

filme2

[pullquote-left]“Eu saio e os de 10 anos de idade são como, ‘Aquele é o meu programa preferido! Eu amo aquele filme! ’ Os pais vem até mim e dizem, ‘Eles assistiram O Último Mestre do Ar 74 vezes! ’ Aquelas crianças, é para elas.”[/pullquote-left]“É realmente estranho porque na série a idade média era, tipo, nove anos de idade, ” o diretor disse. “Minha filha tinha nove anos de idade. Então você poderia fazê-lo de duas formas. Você poderia fazê-lo para aquela mesma audiência, que é o que eu fiz – para crianças de 9 e 10 anos de idade—ou você poderia fazer uma versão de Transformers e ter a Megan Fox. Eu não fiz isso. Isso teria feito eu me sentir como, ‘Bem, eu vou fazer um filme sobre um programa infantil que minha filha de 10 anos está assistindo e não faço isso para ela. Faço isso para meus amigos. ’ Eu senti como uma traição à inocência da peça. Em contrapartida, é muito jovem para sair – É como o que é a sua intenção versus o que eles querem que seja. Claramente, crianças de 10 anos — Eu saio e os de 10 anos de idade são como, ‘Aquele é o meu programa preferido! Eu amo aquele filme! ’ Os pais vem até mim e dizem, ‘Eles assistiram O Último Mestre do Ar 74 vezes! ’ Aquelas crianças, é para elas. Era para elas, para falar sobre misticismo e filosofias orientais através de um nativo de 10 anos de idade. Então, sabe, estas são propostas de negócio, que tem muito pouco interesse para mim, de como, ‘Ei, as propostas de negócio é pegar a Megan Fox para ser… ’ Sabe, ‘Você deve envelhecê-lo até isso. ’ Aquela não era a origem do material, você sabe o que eu quero dizer? Enquanto que, também, como um Transformers, é realmente fascinante, porque é válido para Transformers. Você sabe por que é válido? Porque os menininhos que estavam jogando com eles estão crescidos agora. Eles são aqueles que queriam ver a Megan Fox. Isso é absolutamente apropriado, entende o que eu quero dizer? ”

Esse artigo foi originalmente escrito por Roth Cornet para a IGN, e traduzido pela leitora Thaisa Oliveira. Fique ligado no Mundo Avatar para mais novidades.

O que você achou? Deixe um comentário!

Eduardo Guerra

22 anos, estudante universitário de Design Gráfico e Mídias de Entretenimento. Nascido em Campinas, SP, atualmente mora na cidade de Gold Coast, na Austrália. Adora livros, música e cinema. No site, atua como administrador geral, atualizando o portal sempre que possível e organizando as áreas específicas para a satisfação dos membros.

Você pode gostar...